Introdução

O SAT, antigamente acrônimo para Scholastic Aptitude Test (Teste de Aptidão Escolar), é uma prova que, de modo similar ao que se tenta fazer com o ENEM no Brasil, é aplicado em escala nacional e reconhecida por todas as universidades nos EUA para critério de seleção de estudantes para ingressar na graduação (lá conhecida como “undergraduation”).

O SAT é aplicado 7 vezes: Janeiro, Março, Maio, Junho, Outubro, Novembro e Dezembro. Em uma dessas datas, em geral Março, a aplicação se dá somente dentro dos EUA. As provas são aplicadas no 1° sábado do respectivo mês. A grade maioria das universidades, além do SAT (também conhecido como SAT I ou SAT Reasoning), também requer que os estudantes façam o SAT II ou SAT Subjects, que é uma prova que cobra até 3 matérias específicas do núcleo comum do ensino médio + línguas, escolhidas pelos estudantes no momento da inscrição.

O SAT é divido em três seções: Critical Reading (Leitura e Interpretação), Math (Raciocínio Lógico) e Writing (Gramática), cada uma das quais é pontuada numa escala que vai de 200 a 800, de modo que a nota total na prova possa variar de 600 a 2400 pontos. Em cada seção, a média nacional é ajustada para ser de 500 pontos, e para que cada 100 pontos acima ou abaixo dessa média corresponda a um desvio padrão. Assim, uma nota de 700 indica, portanto, que o candidato teve nota maior ou igual a aproximadamente 95% dos demais candidatos.

De um modo genérico, o SAT (juntamente com o SAT Subjects, quando este é requerido) compõe a parte objetiva do processo de seleção.